Pandemia NaBorda

Outono-Inverno de 2020

NABORDA é um PORTAL-REVISTA-MUSEU, um recorte geracional de arte e espaço de experimentação artística, temático, realizado por artistas que se posicionam na borda do sistema de arte e do fazer artístico.

Durante mais de uma década o portal conseguiu agregar e publicar trabalhos de pessoas e coletivos com ideais próximos, numa seleção que foi se estabelecendo através de laços de amizade e parceria, além de registrar a história deste grupo em um período anterior ao portal.

No já distante mês de março, foi que decidimos retomar os esforços para uma nova edição sob o inevitável tema da pandemia, impossível de se contornar. Desde então boa parte das relações humanas foram alteradas, em todas esferas. No Brasil, soma-se a isto uma crise econômica e política grave, infraestrutura deficiente, grande desigualdade, além de hábitos sociais que contribuem para a expansão do contágio. Neste momento em que tanto a cultura oficial quanto o mercado e as instituições estão desarticuladas, não é surpresa que iniciativas independentes como NABORDA tomem este espaço legítimo de questionamento, ironia e desabafo.

Qual papel da arte contemporânea neste momento de profunda crise humana em todo o planeta? Há o que contribuir? É possível agir coletivamente a partir do isolamento físico no mundo social? Pensamentos são vírus? É possível fazer arte em clausura e diante de tamanha crise? Qual borda?

Pensamos o sentido de VÍRUS da forma mais ampla possível: de “viralizar” a informação, de vírus biológico, de vírus informático, de Cavalo de Troia – uma informação escondida que é introduzida em outra. Vírus da PANDEMIA GLOBAL.

A REVISTA  AÇÃO NABORDA apresenta, na edição PANDEMIA, os trabalhos dos artistas, coletivos e pensadores:

ALMIR ALMAS ET AL, ANTONIO BRASILIANO 1 e ANTONIO BRASILIANO 2, AUGUSTO CITRANGULO, BIJARI, BRUNO JORGE, CASADALAPA, CHICO LINARES, CORAÇÃO FARPADO, COLETIVO BANZO, DANIEL LIMA, DANIEL SEDA, DJ ZACCHA, EDUARDO VERDERAME 1 e EDUARDO VERDERAME 2, EDUZAL, ÉRICA ZINGANO, FABIANE M. BORGES, GEANDRE TOMAZONI, GUSTAVO GODOY, GUTO LACAZ 1 e GUTO LACAZ 2 + FERNANDO VIANNA, JULIETA BENOIT, JULIO DOJCSAR, LILIAN AMARAL, LUCAS BAMBOZZI, LUCIANA COSTA e LUCIANA COSTA 2, MARIA FERNANDA NOVO, MARIANA MARCASSA, MARILIA VASCONCELLOS, MAURO DE SOUZA, MILENA DURANTE + FLAVIA SAMMARONE, MILENE FÉO ET AL, PEETSSA, RADIO VOLUZIA, RAFAEL ADAIME + ROCHELE BEATRIZ, REGINA SILVEIRA, RENATA PADOVAN 1 e RENATA PADOVAN 2, RICARDO BASBAUM, RODRIGO ARAÚJO, RODRIGO BARBOSA, ROGÉRIO BOROVIK, RUBENS ZACCHARIAS, RUI AMARAL, SAMIRA BRANDÃO + SÓLLON RODRIGUES, SATO DO BRASIL, SOLE ADVENTURER, TIAGO JUDAS 1TIAGO JUDAS 2, THEREZA SALAZAR, TÚLIO FREITAS TAVARES, VALÉRIO VIEIRA, YURI MARTINS-FONTES, PAULO ZEMINIAN + ARTUR MATUCK + MARC DUNCAN + OLI CAMPELO

Arte Tempo Espaço Limite Vida Contemporânea História Política Cidade Sociedade Ações Em Rede Internet Colaborativismo Independência Conceito Função Estética Território Fronteira Performance Conteúdo Teoria Crítica Coletivos De Arte Vírus Pandemia Solidão Clausura Colapso Financeiro Crise Corpo Fome Depressão Pressão Incerteza  Tristeza Euforia Revolta Vida Morte Natureza Finito Infinito Mundo

Corpo editorial PANDEMIA NABORDA: Túlio Freitas Tavares, Eduzal, Eduardo Verderame, Yuri Martins-Fontes.